quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Ana Maria Brogui

Tivemos o prazer de receber em nosso estabelecimento o Caio Novaes apresentador e cozinheiro do Ana Maria Brogui, o primeiro programa de receitas do youtube. Ele está em busca da melhor coxinha do Brasil e pela fama foi conferir as nossas Coxinhas Douradas de Bueno de Andrada, uma pena foi ele não ter provado o nosso tradicional molho de pimenta, que acompanha perfeitamente o salgado e nem os demais sabores, que também fazem grande sucesso entre o público. Mas ficamos felizes por sermos escolhidos entre as melhores concorrentes ao título de melhor coxinha do Brasil. 
Confiram o Video:

domingo, 23 de junho de 2013

Na Capa da Folha

A Folha fez uma matéria muito interessante em Janeiro sobre alguns quitutes famosos do interior de São Paulo e ficamos lisonjeados por sermos lembrados. A foto do fundo do nosso blog foi retirada dessa matéria.

"Em Bueno de Andrada, distrito de Araraquara, o destaque são as coxinhas de frango. Quem chega à região logo suspeita da quantidade de carros ao redor da praça do distrito, que tem só 450 moradores. Ali está a Mercearia Freitas, que vende cerca de 2.000 coxinhas por dia.
Os salgados foram a galinha dos ovos de ouro da família Freitas. Neto dos donos de um armazém na região, Paulo Roberto de Freitas, 56, viu seu negócio perder dinheiro nos anos 80 com a concorrência dos supermercados.
No fim dos anos 90, Freitas decidiu apostar em um bar. Para isso, contou com uma sacada da mulher Sônia Maria Pirolla de Freitas, 56.
Insatisfeita com os salgados que comprava para revender, Sônia foi para a cozinha. Comprou frangos, cozinhou-os, desfiou-os e testou diversos temperos, até chegar na mistura que considerava ideal -a receita do recheio é segredo até hoje.

DOURADAS
As coxinhas foram alçadas à fama em março de 2001, quando o escritor Ignácio de Loyola Brandão publicou uma crônica no jornal "O Estado de S. Paulo" intitulada "As coxinhas douradas de Bueno de Andrada".
"Saborosa, massa de batata, crocante, recheio generoso, frango desfiado em quantidade, bem temperado", escreveu Loyola.
"Dias depois, formou-se uma fila com sete pessoas", diz Sônia. "Num lugar que nunca tinha ninguém, aquilo era uma multidão."
Hoje, a fila é quase constante. Além dos clientes, os tipos de coxinha também se multiplicaram -são mais de dez. Tem a tradicional, de carne-seca, de bacalhau, de camarão, entre outros sabores."

 Confira essa outras matérias sobre as Coxinhas Douradas de Bueno nos links de Imprensa, site e blogs.


terça-feira, 16 de abril de 2013

Mais Você

Fomos destaque no programa Mais Você da rede Globo em Fevereiro de 2007.
"Essa é a famosa que é difícil comer uma só" Ana Maria Braga


Confira a receita postada no site oficial do programa:
Mais Você

As Coxinhas ganharam fama nacional após a publicação de uma crônica do ilustre araraquarense Ignácio de Loyola Brandão pelo Estadão, intitulada de "As Coxinhas Douradas de Bueno de Andrada" As palavras aguçaram o paladar dos leitores, que foram divulgando no famoso boca-a-boca e mostraram a credibilidade do autor que batizou a iguaria. Sabia mais no nosso site.
Coxinhas Douradas

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Saudosa Crônica

Essa é a tal crônica do ilustre araraquarense Ignácio de Loyola Brandão pelo jornal Estadão, intitulada de "As Coxinhas Douradas de Bueno de Andrada" suas palavras aguçaram o paladar dos leitores, que foram conferir de perto, aprovaram e passaram a divulgar no famoso boca-a-boca, revelando a grande credibilidade do autor que batizou a iguaria.


Saiba mais sobre esse grande autor em seu site oficial: Ignácio de Loyola Brandão
ele escreve ás sextas-feiras no Estadão, leiam também: